Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 22 de Setembro de 2021

Variante Delta já representa 20% dos casos de Covid-19 na cidade do Rio, diz SMS

Nova variante deverá ser a predominante em todo estado, segundo a Secretaria Estadual de Saúde

Por Tribuna em 30/07/2021
Variante Delta já representa 20% dos casos de Covid-19 na cidade do Rio, diz SMS

O secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, disse que a variante Delta deve ser a predominante no Estado, tomando o lugar da Gamma, originária de Manaus. Em todo o Estado do Rio de Janeiro, já são 98 casos confirmados da variante Delta, com registro de quatro mortes nos municípios de São João de Meriti, Duque de Caxias e Queimados, na Baixada Fluminense. A informação é da CNNBrasil.

A capital fluminense é a que tem, até agora, o maior número de casos confirmados da variante originária da Índia. Já são 33 o número os casos registrados entre eles o de uma criança de 8 anos. Segundo a secretaria de municipal de Saúde, todos apresentaram sintomas leves de síndrome gripal e não possuem histórico de viagem recente ao exterior.

O secretário de saúde do município, Daniel Soranz, destacou que a estimativa é de que a variante originária da Índia corresponda a cerca de 20% dos casos de Covid-19 na cidade. Mas apesar do avanço da nova variante, o número de internações segue em declínio.

Soranz ressaltou que esse dado ressalta a efetividade das vacinas que estão sendo aplicadas no país contra a nova cepa. 

“A nossa estimativa é que 20% dos casos de Covid na cidade já sejam da variante Delta pelas nossas amostragens de genotipagem. A gente tem acompanhado que a variante Delta, felizmente, não causou um aumento de número de casos, os casos continuam se mantendo em algumas regiões da cidade, até caindo. O número de óbitos e internações continua em declínio. Isso é efeito da vacina, a gente está cada vez mais seguro que as quatro vacinas que estão sendo aplicadas no Brasil funcionam para a variante Delta, têm um bom resultado”, disse.

Para conter a disseminação da variante Delta, a secretaria de saúde aposta na vacinação da população. A expectativa da Prefeitura do Rio é de receber entre esta sexta-feira (30) e domingo (1º), novos lotes de vacinas contra a Covid-19. Com a chegada dessas novas remessas, será possível manter o calendário vacinal para os próximos dias.

Calendário de vacinação

Nesta sexta-feira (30), serão imunizados os homens com 33 anos. À tarde, haverá repescagem para pessoas com 33 anos ou mais.

As unidades também seguem aplicando a 2ª dose, conforme a data estipulada no comprovante de vacinação. No sábado (31), continua a imunização para as pessoas com 33 anos ou mais.

A partir da próxima segunda-feira (2) será a vez das pessoas com 32 anos. Se não houver interrupção no calendário, por atraso no recebimento de vacinas, a expectativa da secretaria de saúde é imunizar todos os adultos acima de 18 anos até o dia 18 de agosto. 

Até o momento, mais de três milhões e setecentas e cinquenta e nove pessoas receberam a primeira dose do imunizante, na capital fluminense (3.759.601). E mais de um milhão, quinhentas e sessenta e quatro mil pessoas já completaram o esquema vacinal, com as duas doses (1.564.416), segundo a prefeitura.

Aguarde..