Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 04 de Julho de 2022

Seleção divulga manifesto dos jogadores sobre a Copa América

Carta não é assinada por nenhum atleta, porém é tida como posicionamento geral do grupo

Por Tribuna em 09/06/2021
Seleção divulga manifesto dos jogadores sobre a Copa América

Após o jogo contra o Paraguai onde a Seleção venceu por dois a zero derrubando um tabu de 35 anos foi liberado o manifesto sobre a posição dos jogadores sobre a Copa América. Através das redes sociais jogadores da seleção divulgaram uma carta aberta sobre a participação no torneio.

A carta fala sobre a insatisfação do grupo com a realização do evento em geral, não sendo exclusivamente pela sua realização em território brasieliro. O documento fala sobre o momento delicao vivido pelo continente como um todo, motivo pelo qual a competição foi cancelada no Chile e na Argentina, até então países sede do torneio.

Na postagem grupo também resalta que não busca tornar a discussão política, e que, apesar de saber da importância de sua posição, há uma preferência por manter tudo dentro do âmbito desportivo. A carta termina falando sobre o orgulho de vestir a camisa da seleção, e que, apesar de ser contra o torneio, jogadores são profissionais do esporte e jamais diriam não a Seleção.

Leia a decleração na íntegra:

"Quando nasce um brasileiro, nasce um torcedor. E para os mais de 200 milhões de torcedores escrevemos essa carta para expor nossa opinião quanto a realização da Copa América.

Somos um grupo coeso, porém com ideias distintas. Por diversas razões, sejam eles humanitárias ou de cunho profissional, estamos insatisfeitos com a condução da Copa América pela Conmebol, fosse ela sediada totalmente no Chile ou mesmo no Brasil.

Todos os fatos recentes nos levam a acreditar em um processo inadequado em sua realização.

É importante frisar que em nenhum momento quisemos tornar essa discussão política. Somos conscientes da importância da nossa posição, acompanhamos o que é veiculado pela mídia e estamos presentes nas redes sociais. Nos manifestamos, também, para evitar que mais notícias falsas envolvendo nossos nomes circulem à revelia dos fatos verdadeiros.

Por fim, lembramos que somos trabalhadores, profissionais do futebol. Temos uma missão a cumprir com a histórica camisa verde amarela pentacampeã do mundo. Somos contra a organização da Copa América, mas nunca diremos não à Seleção Brasileira."

O posicionamento dos atletas foi duramente criticado por jornalistas e parte do público geral, que esparava uma declaração mais acertiva por parte dos jogadores. 

Leia Também:

Aras envia lista de investigações contra governadores e CPI convoca 9 governadores

Fux agenda reunião extraordinária sobre a Copa América

Mourão descarta Tite: “o Cuiabá está precisando de um técnico”

Da Redação/Internet   Imagens: Internet

Aguarde..