Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 28 de Maio de 2022

Rio presente com o professor Antônio Carlos

Por Tribuna em 18/09/2021
Rio presente com o professor Antônio Carlos

A corda esticou, e agora?

Algumas situações no calor dos acontecimentos são muito difíceis de serem julgadas devido a sua complexidade, diversidade de opiniões e lados envolvidos, e como geralmente acontece, a história e o tempo, senhor da razão, mostrarão quem de fato tinha razão.

Passados mais de dois anos desde a última eleição extremamente polarizada, que só serviu para dividir a nação, a união parece muito distante, mas não impossível. O certo é que o país passa por um momento político muito difícil como não se via há muitos anos e vem deixando de lado questões muito mais importantes e abandonando o diálogo, a paz e o respeito se afundando mais uma vez na polarização.

No momento em que essa triste história vem sendo contada e registrada para futuras gerações, é muito difícil discernir o certo do errado e saber de que lado está a razão. Pode ser que em alguns anos, ao olhar para trás, a nação venha a se orgulhar por ter demonstrado seu desconforto, no exercício pleno da democracia, mas também é possível que haja um grande arrependimento. Com absoluta certeza não temos como prever o que vai acontecer e onde tudo isso vai nos levar, mas já é possível dizer que a situação preocupa e tira a paz.  O certo é que a corda começou a ser tensionada entre os poderes há bastante tempo, e pouco a pouco, um desconforto com decisões foram se transformando em hostilidade, que se transformaram em uma guerra velada e por fim uma guerra revelada.

Independente de posições políticas e de ideologias, o ambiente político conturbado não é bom para lado nenhum. Os assuntos importantes para que o país caminhe e se reerga pós pandemia, estão parados, suplantados por questões que não agregam e que podem abalar ainda mais a nação.

Após dias conturbados as bandeiras brancas aparentemente foram levantadas. Há quem critique e há quem entenda que essa foi a melhor decisão. Agora é hora de virar a página. O Brasil precisa seguir em frente e abandonar tanta instabilidade que só contribuem para o aumento da inflação, para o desinteresse em investir no país e para a intranquilidade geral.

Que cada “Poder” cuide de suas atribuições e que o respeito retorne as “Casas” de onde nunca deveriam ter saído. O Brasil precisa seguir!!!!

Antonio Carlos dos Santos, é Secretário de Ordem Pública, Ex-presidente do Detran/RJ, Ex-subsecretário de Estado de Administração e dos Programas Segurança Presente e Lei Seca.

Publicidade
Aguarde..