Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 28 de Maio de 2022

Réveillon do Rio: metrô fecha às 20h, e não haverá reforço nos ônibus; fretados serão barrados

Por Tribuna em 23/12/2021
Réveillon do Rio: metrô fecha às 20h, e não haverá reforço nos ônibus; fretados serão barrados

O réveillon do Rio terá restrições no transporte a fim de evitar grandes deslocamentos, sobretudo para Copacabana. Não haverá reforço nas linhas regulares de ônibus, e o metrô fechará para embarque às 20h do dia 31. Também serão montados bloqueios para veículos fretados à 0h do dia 30.

As novidades foram apresentadas nesta quinta-feira (23) pelo prefeito Eduardo Paes (PSD), que confirmou os 10 pontos de queima de fogos, incluindo Copacabana.

Terão espetáculos pirotécnicos os bairros de Barra da Tijuca, Recreio, Flamengo, Ilha do Governador, Piscinão de Ramos, Bangu, Praia de Sepetiba, Parque Madureira e a Igreja da Penha.

“Reiteramos o pedido à população: busquem pontos de fogos próximos às suas casas. Não tentem se deslocar pela cidade”, pediu Paes.

‘Aglomeração, nós teremos naturalmente’

“Que a gente possa fazer essa celebração de forma tranquila, segura e organizada”, disse Paes. Segundo ele, os comitês científicos da prefeitura e do governo do estado ratificaram o aval à realização da festa, como anunciado no início do mês: sem shows, mas com música em alto-falantes.

O prefeito voltou a admitir que “naturalmente” vai haver aglomeração.

“Nos últimos 10 dias, tenho tirado fotos de praias — principalmente de Copacabana — para mostrar que a praia tem tido aglomeração todos os dias, desde que tenha sol”, comparou.

“A gente não pode transformar essa questão da pandemia em uma grande festa da hipocrisia. O vírus não escolhe só a noite de réveillon. Ninguém me pergunta como foi o ensaio da Mocidade aqui no Rio, ou o da Beija-Flor com a Grande Rio em Nilópolis, ou da Viradouro em Niterói, com a população toda na rua. Será que o vírus não estava ali naquele momento?”, prosseguiu.

“Então, é natural que haja pessoas aglomeradas na Praia de Copacabana. Mas não vamos incentivar aquela aglomeração exagerada que tínhamos nos outros réveillons", explicou.

”A gente vai agir com racionalidade. Vamos permitir que as pessoas celebrem a virada do ano. Temos uma baixa taxa de transmissão neste momento, um baixo número de casos. Estamos atentos à variante ômicron, acompanhamos os números. Mas a gente entende que, neste momento, estamos em um ambiente adequado para manter as regras existentes hoje na cidade".

Controles de acesso a Copacabana
• Carros de passeio: não poderão entrar no bairro a partir das 19h do dia 31 — exceção para automóveis de uso pessoal ou táxis com passageiros com comprovante de trabalho, residência ou hospedagem;

• Metrô: no dia 31, as estações abrirão das 5h às 20h; depois, só às 7h do dia 1º;

• Ônibus regulares: não haverá reforço na frota. Também não será montado o esquema de bolsões de desembarque na Enseada de Botafogo, na Lagoa e em Ipanema.

• Estacionamento: não será permitido parar o carro em Copacabana e nas vias de acesso a partir da 18h do dia 30.

• Ônibus e vans fretados: serão montados bloqueios, à 0h do dia 30, no Trevo das Missões, em Cordovil; no Trevo das Margaridas, em Iraja?, e na Av. Brasil com Rodovia Rio-Santos, em Santa Cruz

“Estamos fazendo tudo ao contrário do que fazíamos nos outros anos. Nosso esforço é para desestimular o deslocamento das pessoas até Copacabana”, justificou Paes.

Às 22h, haverá bloqueio total dos acessos ao bairro, e só quem estiver a pé poderá entrar.

Como vai ser a festa em Copa

• Dez balsas vão lançar 15 toneladas de fogos de artifício, em um espetáculo pirotécnico de 16 minutos.

• Não haverá palcos: em seu lugar, 25 torres de som vão tocar, das 20h à 1h, um set de brazilian lounge do DJ MAM.

• A festa será transmitida pelas redes sociais da prefeitura.

Paes alertou que quiosques não poderão fazer cercadinhos na areia. “Não está permitida a venda de ingressos para festinhas em quiosques na orla de Copacabana ou qualquer praia do Rio. Não estão autorizados a cercar . Se cercarem, serão retirados”, disse.

O prefeito esclareceu que os quiosques vão estar abertos. “Não há nenhum impedimento para eles funcionarem. Mas não permitiremos a privatização do espaço público para a celebração do réveillon. Portanto, não comprem ingressos de festas privadas em quiosques.”

Vaivém
A festa quase não aconteceu. No dia 4, Paes anunciou que decidiu cancelar a celebração oficial do réveillon no Rio de Janeiro e que tomava a decisão com tristeza, mas que não tinha como organizar a celebração sem a garantia de todas as autoridades sanitárias. Ele citou uma suposta posição do comitê científico do estado.

Na noite de segunda (6), Eduardo Paes e Claudio Castro se encontraram e solicitaram que os especialistas do poder estadual avaliassem a possibilidade de que a queima de fogos aconteça em Copacabana e outros pontos do município.

Detalhes do trânsito
Mudanças de itinerário das linhas de ônibus

Copacabana, a partir das 20h do dia 31:

• As linhas de Copacabana irão até o bairro de Botafogo, retornando pelas ruas São Clemente, Real Grandeza e Voluntários da Pátria. São elas: 415 (Muda/Usina), 455 (Méier), 457 (Abolição), 472 (Triagem), 474 (Jacaré), 483 (Penha), 485 (Penha), Troncal 1 (Central), Troncal 4 (Rodoviária).

• As linhas com destino a outros bairros serão desviadas pela Lagoa Rodrigo de Freitas. São elas: 426 (Usina - Jardim de Alah), 432 (Vila Isabel - Gávea) e Troncal 6 (Rodoviária - Jardim de Alah).

• As linhas de Ipanema com destino a Copacabana farão retorno pelas ruas Visconde de Pirajá, Bulhões de Carvalho e Avenida Rainha Elizabeth, seguindo pela Rua Prudente de Morais. São elas: 539 (Ipanema – Rocinha (via Estrada da Gávea), 557 (Ipanema – Rio das Pedras), Integrada 2 (Ipanema – Alvorada (Avenida Lúcio Costa), Integrada 6 (Ipanema – Cidade de Deus (via Itanhangá), Integrada 8 (Ipanema – Recreio (via Lagoa-Barra/Av. das Américas), Integrada 9 (Ipanema – Piabas (via Av. Niemeyer/Av. Benvindo de Novaes).

Barra e Recreio, a partir das 20h do dia 31:

• Barra da Tijuca: As linhas que circulam pela Avenida Lúcio Costa em ambos os sentidos serão desviadas para a Avenida das Américas.

• Recreio dos Bandeirantes: As linhas que circulam pela Avenida Lúcio Costa seguirão pela Avenida Guiomar Novaes para acessar a Avenida das Américas.

• Outras regiões: demais regiões com previsão de queima de fogos não terão esquema especial de fechamento viário e, portanto, não haverá alteração de itinerários dos ônibus. (Do G1)

Publicidade
Aguarde..