Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 07 de Agosto de 2022

Preço do litro da gasolina passa dos R$ 11 no interior do Acre

Por Tribuna em 11/03/2022
Preço do litro da gasolina passa dos R$ 11 no interior do Acre

Em 6 de dezembro de 2017 o site do mercado financeiro InfoMoney publicava em sua manchete que o Ministério Público Federal processava Graça Foster, então presidenta da Petrobrás e Guido Mantega, ministro da Economia do governo Dilma, por manterem os preços da gasolina baixos. Sim, foi isso mesmo que você leu.

Era o ápice do ataque do mercado financeiro, imprensa entreguista nacional e todos que aplaudiam a Lava-Jato e o processo pós-golpe  que culminou o assalto do Pré-Sal, que teve sua renda transferida para acionistas estrangeiros, em detrimento do povo brasileiro.

Hoje, o preço do litro da gasolina nos municípios do interior do Acre assustam nesta sexta-feira (11). Em Marechal Thaumaturgo, a 558 quilômetros da capital Rio Branco, quem precisa abastecer desembolsa R$ 10,55 por litro do produto. Só há um posto terrestre na cidade - os demais são fluviais.

Na cidade de Jordão o valor é ainda maior. O litro da gasolina comum passou para R$ 11,56.

O preço médio de venda da gasolina, nas refinarias, passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro, um aumento de 18,8%. Para o diesel, o preço médio passará de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro, uma alta de 24,9%. Para o o gás de cozinha, o preço médio de venda da Petrobras foi reajustado em 16,1% e passará de R$ 3,86 para R$ 4,48 por kg, equivalente a R$ 58,21 por 13 kg.

O professor de educação física Michel Geovani de Souza Silva, de 34 anos, que mora em Marechal Thaumaturgo, está preocupado com mais esse aumento.

“Tenho moto e barco, uso mais o barco para deixar o material para os alunos ribeirinhos. Por causa da pandemia estamos fazendo rodízio nas escolas, então, não vamos todos os dias. Mas, por exemplo, se for uma comunidade mais perto gasto uns cinco litros para ir e voltar, se for longe vai até 25 litros.”

Ele pensa em trocar a moto por uma bicicleta para economizar a partir de agora.

“Aqui eu uso mais o barco, mas, se continuar assim, nem a moto vou usar mais, vai ter que ser de bicicleta para andar na cidade. A situação está pesada para o cidadão Thaumaturguense. Eu recebo uma média de R$ 1,9 mil já com os descontos, falei para o meu coordenador que com o combustível desse preço estou apenas mantendo o trabalho e não trabalhando para me manter", desabafou.

Fran Damasceno também mora em Marechal Thaumaturgo e disse que antes do anúncio o preço da gasolina estava em R$ 9,55 e que logo após a anúncio o preço foi reajustado. “Não abasteço, mas para quem precisa por aqui está cada dia mais difícil por causa do valor cobrado pelo litro.”

Na cidade vizinha, Cruzeiro do Sul, a segunda maior do estado, o preço do litro da gasolina subiu para R$ 8,29. O gerente de um dos postos do município, Arenilson Paixão, disse que esse valor já está com o reajuste. "Não vai passar desse valor, já é com o aumento."

Hoje não tem manchete do InfoMoney denunciando o descalabro dos preços da gasolina, gás de cozinha e diesel e muito menos manifestações como a da surtada do posto.

Aguarde..