Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 19 de Agosto de 2022

“Peça perdão e recolha-se à insignificância dos medíocres”, diz presidenta do TRF-3 a Arthur do Val

Por Tribuna em 09/03/2022
“Peça perdão e recolha-se à insignificância dos medíocres”, diz presidenta do TRF-3 a Arthur do Val

A presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), desembargadora Marisa Santos, discursou contra o sexismo na política e a fala do deputado Arthur do Val (Podemos) sobre mulheres ucranianas. As declarações vieram durante a posse dela no cargo, na terça-feira (8/3).

“Senhor parlamentar, peça perdão à sua mãe, peça perdão por desonrar um dos poderes da República, peça perdão por desonrar a República e depois recolha-se à insignificância dos medíocres.”

No mesmo dia, o deputado fez uma transmissão ao vivo na qual reclamou que “as coisas têm ido longe demais” e que será cassado “em três dias, um recorde”.

“Tem um processo de cassação contra mim e eu vou ser cassado em três dias, esse é o recorde de tempo. E quando você é cassado você perde seus direitos políticos por oito anos. Eu vou ser cassado em três dias porque meu áudio vazou. É um momento de tristeza, sinceramente. É o que eu mereço, ser cassado? Eu acho que não, mas cada um faz o seu julgamento”, falou.

Toda a situação teve início quando o deputado estava na Ucrânia, sob o pretexto de auxiliar a resistência local contra a invasão russa, e enviou áudios a colegas do Movimento Brasil Livre (MBL) com uma série de comentários machistas sobre as refugiadas ucranianas.

Nas mensagens, o parlamentar afirma que as refugiadas que ele encontrou na fronteira entre a Eslovênia e a Ucrânia “são fáceis, porque são pobres”, entre outras afirmações que causaram indignação nas redes sociais. (Do Metrópoles)

Aguarde..