Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 07 de Agosto de 2022

Mobilização contra a extinção da UEZO

Autor do projeto de lei que criou a universidade, deputado Coronel Jairo defende o fortalecimento e autonomia administrativa

Por Tribuna em 11/11/2021
Mobilização contra a extinção da UEZO

Autor do projeto de lei que originou a implantação da UEZO - Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste, o deputado Coronel Jairo (SDD) já anunciou voto contrário ao projeto de lei 5071/2021, do Poder Executivo, de incorporação da UEZO à Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). 

A proposta começou a ser debatida no plenário da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e, após receber 28 emendas, saiu de pauta para que sejam realizadas duas audiências públicas para discutir melhor o PL de incorporação.

“Sou contra qualquer projeto de extinção da UEZO justamente por sempre defender a autonomia universitária. No meu primeiro ano de mandato, eu criei o projeto de lei que originou a UEZO. Ao longo dos anos, destinei emendas para fortalecer a universidade”, afirma Coronel Jairo, referindo-se ao projeto de lei 702/2003.

Na avaliação do deputado, faltam sensibilidade e preocupação social do governo na proposta de acabar com a primeira universidade pública sediada na zona oeste. “Resgatar a qualidade do ensino público é dever institucional de governos comprometidos com a elevação cultural e educacional da juventude. É um retrocesso acabar com a UEZO, querem tirar da zona oeste a capacidade de formar profissionais”, complementa o deputado Coronel Jairo.

Também levantaram a voz contra a incorporação da UEZO à UERJ os deputados Luiz Paulo (Cidadania), Flávio Serafini (PSOL), Waldeck Carneiro (PT)e Dani Monteiro (PSOL), que discursaram no plenário da Alerj na última quarta-feira.

Criada há 16 anos, a UEZO tem seu campus às margens da Avenida Brasil, zona oeste do Rio de Janeiro.

Aguarde..