Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 03 de Julho de 2022

Jânio não foi convidado nem vetado para a frente ampla, apenas ignorado. FHC o inventor do retrocesso e da reeleição

HELIO FERNANDES (In Memoriam)

Por Tribuna em 29/05/2022
Jânio não foi convidado nem vetado para a frente ampla, apenas ignorado. FHC o inventor do retrocesso e da reeleição

Existiram três Jânios Quadros. 1- O eleitoral. 2- O político. 3- O pessoal. O primeiro foi um fenômeno, fez uma carreira inigualável a vereador pelo então PDC, ficou como primeiro suplente. Em 1948 o Partido Comunista teve o registro cassado, seus representantes foram cassados, insatisfeito, Franco Montoro renunciou, Jânio assumiu.

 

(No então Distrito Federal os vereadores Carlos Lacerda e Adauto Cardoso, que travaram debates diários com os comunistas, como protesto, renunciaram também).

Jânio foi de vereador a Presidente da República em 12 anos, sem derrota, inacreditável. Deputado Estadual, prefeito da capital, governador de 1954 a 1958, ainda ficou 2 anos esperando para ser presidente.

Como político usou e abusou de todos os truques, numa época irreal ele se aproveitou para enganar sem constrangimento o cidadão-contribuinte-eleitor. Fingia, enganava, andava sempre mal vestido e com as roupas cheias de caspa.

Era uma espécie de “malabarista de Nossa Senhora”, como no conto famoso de Aníbal Machado, cujo irmão Cristiano foi candidato a presidente em 1950, traído pelo PSD e PTB.

Do ponto de vista pessoal era intratável, desprezava a todos se julgava melhor do que todos. Na campanha presidencial de janeiro a outubro de 1960, renunciou varias vezes nos bastidores, desaparecia súbita e inesperadamente, surgia ou reaparecia da mesma forma.

Deve  a presidência e Carlos Lacerda que o manteve apesar de tudo. O depois governador da Guanabara, líder e “dono” da UDN, garantiu sua candidatura, imaginem, derrotando o próprio presidente do partido, general, governador, interventor, ministro, Embaixador, Juracy Magalhães.

Praticamente tudo que aconteceu depois se deve á leviandade de Janio. E jamais consegui explicação. Podia ter feito um excelente governo, ficar cinco anos e voltar, era mocíssimo.

 HELIO FERNANDES (In Memoriam)

Aguarde..