Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 19 de Agosto de 2022

Instituição de Niterói promove replantio da Mata Atlântica em todo o Estado

Projeto Te Quero Verde usa as redes sociais para multiplicar ações

Por Tribuna em 28/06/2022
Instituição de Niterói promove replantio da Mata Atlântica em todo o Estado

Uma ação de reflorestamento nascida em Niterói está sendo expandida para outras áreas do Estado do Rio por meio da Rede Brasileira de Informação Ambiental (Rebia), uma instituição que também nasceu na cidade e tem promovido uma série de ações de sustentabilidade e educação relacionada ao meio ambiente.

Inicialmente comandada por Vilmar Berna, jornalista especializado em meio ambiente radicado em Niterói e morto no ano passado, vítima da Covid-19, a Rebia agora é presidida por seu filho, o ambientalista e mestre em Engenharia de Biossistemas Gustavo Berna. Com o auxílio de André Lazaroni, um dos diretores da instituição, eles criaram o projeto Te Quero Verde, que promove o plantio de mudas nativas da Mata Atlântica por meio de uma ação propagada via redes sociais.

A ideia é registrar em vídeo os plantios e batizar cada muda plantada com o nome de uma pessoa conhecida de quem realiza a ação, convidando-a a repetir o ato e também provocar um amigo a fazer o mesmo, via redes sociais. Dessa forma, cria-se uma espécie de corrente verde, com o objetivo de multiplicar as ações de plantio de mudas por todo o Estado.

O primeiro local a receber as ações do Te quero Verde foi o Sítio do Alto do Muriqui, em Niterói, no início de junho, quando foram plantadas cerca de 300 mudas. A próxima ação acontece na próxima sexta-feira, dia 1º de julho, no bairro de Irajá, no Rio.

“De acordo com pesquisas, cada pessoa deveria plantar seis a?rvores por me?s para compensar as emisso?es de dio?xido de carbono na atmosfera, um dos efeitos que  contribuem para o aumento do aquecimento global”, diz Andre? Lazaroni.

O diretor da Rebia explica, ainda, que, para a maioria dos cientistas, uma das formas mais eficazes para absorver parte do CO2 da atmosfera e? plantar mais a?rvores, que utilizam dióxido de carbono para crescer, liberando oxige?nio e trazendo benefi?cios para todo o meio ambiente.

“Para dinamizar as ações, tivemos a ideia de fazer um movimento de chamamento das pessoas via redes sociais, criando uma onda que, esperamos, cresça o bastante para fazer a diferença na educação ambiental e no reflorestamento em nosso Estado”, diz Lazaroni.

O presidente da Rebia, Gustavo Berna, explica que as florestas “sequestram” o carbono da atmosfera fixando-o na biomassa da planta, mas que isso so? ocorre na fase do crescimento das árvores, o que justifica o incentivo ao plantio de mudas.

Quem quiser fazer parte do movimento Te Quero Verde e ter acesso à agenda de plantios pode entrar em contato por meio de mensagem no WhatsApp, pelo número (21) 97237-1307.

Aguarde..