Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 04 de Julho de 2022

GASOLINA: Petrobrás anuncia lucro recorde de 3.000%, diz que gera riqueza, enquanto o pobre passa miséria

Por Tribuna em 07/05/2022
GASOLINA: Petrobrás anuncia lucro recorde de 3.000%, diz que gera riqueza, enquanto o pobre passa miséria

Com o anúncio de um lucro recorde da Petrobras, de mais de 3.000% no primeiro trimestre, a estatal comemora por que a empresa e confirma que seguirá os preços de mercado como forma de "gerar riqueza para a sociedade e evitar desabastecimento de combustíveis no país".

Dados da Abicom, que representa as importadoras apontam que na sexta-feira a defasagem média do diesel estava em 21% (R$ 1,27 por litro) e da gasolina, em 17% (R$ 0,78 por litro). Relatório da Modal ressaltou que há risco de novos reajustes por conta do aumento constante dessas defasagens.

Na noite de sexta-feira, levantamento da Agência Nacional de Petróleo (ANP) mostrou que o preço da gasolina subiu pela quarta semana seguida. O valor médio do litro passou de R$ 7,283, na semana passada, para R$ 7,295, nessa semana, marcando novo patamar médio recorde no varejo.  É uma alta de 0,16%.

Escalada desenfreada atinge o preço de R$8,999 o litro na Bomba

Segundo fonte da ANP, desde janeiro, a alta é de 9,37% nas bombas. O preço máximo da gasolina vendida no Brasil “voltou ao patamar histórico, de R$ 8,999 - em Santa Catarina”- informam. O presidente da Petrobrás José Mauro Coelho defendeu o lucro da estatal, lembrando que outras petroleiras também registraram ganhos no primeiro trimestre deste ano:

Perguntado sobre os riscos de desabastecimento, Cláudio Mastella, diretor de Comercialização e Logística da estatal, disse que a empresa vê o cenário hoje “com cautela”. Lembrou que a empresa tem reforçado a atuação em suas operações no exterior, como em Houston, Roterdã e Cingapura.

"O mercado é atendido por várias empresas. Não temos visibilidade dos demais agentes. Enxergamos com cautela o cenário atual devido aos baixos estoques de diesel nos tanques de armazenagem (no exterior) — afirmou ele.", Estamos mantendo contato com as cadeias globais. Isso permite monitorar os fluxos. Buscamos antecipar risco.

Da Redação/Editoria: TribunaDigital/ANP/Imagem:Diário do Nordeste

Aguarde..