Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 28 de Maio de 2022

Gasolina estaria 19% mais cara com privatização de refinarias da Petrobrás, defendida por Bolsonaro

Por Tribuna em 13/05/2022
Gasolina estaria 19% mais cara com privatização de refinarias da Petrobrás, defendida por Bolsonaro

Estudo feito pelo Observatório Social da Petrobrás mostra que se as refinarias que a Petrobrás pretende privatizar já tivessem sido vendidas, a gasolina estaria sendo vendida, em média, 19% mais cara do que o cobrado sob gestão da estatal. Segundo o estudo, o diesel S-10, por sua vez, estaria custando 12% acima do valor atual.

A projeção mostra que a diferença média do preço da gasolina e do diesel ao longo deste ano, entre janeiro e maio, seria de 7% e 12%, respectivamente.

Segundo a estimativa, a Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim (MG), teria a maior alta entre as refinarias privatizadas, passando a cobrar R$ 4,86 pela gasolina, ao invés dos atuais R$ 3,94, e R$ 6,25 pelo diesel, no lugar dos R$ 5,04 de hoje – um aumento de R$ 0,92 e R$ 1,22, respectivamente.

Nessa quinta-feira (12) o novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, anunciou que pediu estudos para a privatização da Petrobrás e do pré-sal. 

Publicidade
Aguarde..