Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 19 de Agosto de 2022

Ex-jogador do Bangu condenado a 15 anos pela morte da irmã

Por Tribuna em 19/08/2021
Ex-jogador do Bangu condenado a 15 anos pela morte da irmã

O Conselho de Sentença do 4º Tribunal do Júri condenou a 15 anos de reclusão o ex-jogador Luis Antonio de Medeiros Senna, que foi acusado em 2019 de assassinar e esquartejar a própria irmã, a designer gráfica Samura Sento Braz, no banheiro da casa, no bairro Jardim Carioca, na Ilha do Governador.  Luis Antônio teve passagens por equipes pequenas do Rio nos anos 1990 como Bangu e Portuguesa.

De acordo com a denúncia, o crime foi motivado por disputa da herança deixada pela mãe adotiva, Antônia Sento Sé Senna, que morreu em 2014. 

Presidido pelo juiz Gustavo Gomes Kalil, o julgamento foi realizado ontem (17/8). Por maioria de votos, o conselho reconheceu que o crime foi cometido por motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima. Na dosimetria da pena, o réu recebeu 14 anos pelo homicídio, acrescidos de mais um ano pela ocultação do cadáver.  

Aguarde..