Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 19 de Agosto de 2022

“Eu atiro para matar, mas ninguém me leva preso. Prefiro morrer”

Por Tribuna em 02/08/2022
“Eu atiro para matar, mas ninguém me leva preso. Prefiro morrer”

Jair Bolsonaro assustou um interlocutor neste fim de semana, quando descreveu o que enxerga como uma conspiração para levá-lo à prisão, no cenário de derrota em sua tentativa de reeleição.

Agitado, falando de maneira descontrolada, Bolsonaro causou impacto em especial quando disse qual seria sua reação caso a polícia batesse à sua porta para executar uma ordem de prisão:

“Eu atiro para matar, mas ninguém me leva preso. Prefiro morrer”.

A informação é de Guilherme Amdado, do Metrópoles.

Segundo o colunista, Bolsonaro está acompanhando de lupa cada uma das iniciativas em curso para tentar criar uma blindagem jurídica para ele. Entre as opções, está a aprovação de uma PEC, apelidada de “PEC Pinochet”, que o tornaria senador vitalício ou de um projeto que o anistiasse dos crimes cometidos.

Aguarde..