Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 30 de Junho de 2022

ELEIÇÕES: Vale tudo na pré-campanha dos presidenciáveis, até uma possível renuncia de Lula

Por Tribuna em 31/05/2022
ELEIÇÕES: Vale tudo na pré-campanha dos presidenciáveis, até uma possível renuncia de Lula

No dia 4 de abril, quando já tinha sido deflagrada a pré-campanha dos presidenciáveis, o ex-ministro do Turismo, Gilson Machado, disse acreditar que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não irá participar das eleições. Para ele, ser derrotado no pleito irá acabar com a “narrativa de golpista”, e que por isso, o petista irá anunciar uma “doença grave ou cansaço”.

O comentário feito por Machado, nas redes sociais, ao apontar que as pesquisas eleitorais “demonstram clara tendência de vitória” do presidente Jair Bolsonaro. O efeito não foi tão grande, “mas trouxe incertezas”, declarou um líder da campanha de Lula.

O ex-ministro, continuou: – Ele não será candidato, pode ser tudo, só não é burro. Tem exata noção do mundo real e pesquisas que demonstram clara tendência de vitória do presidente Bolsonaro. A janela partidária mostrou o grau de desidratação que os partidos contra o governo sofreram – apontou.

– Uma derrota nas urnas tira toda narrativa de GOLPISTA; afinal, essa narrativa será o último capital que eles se apegarão. Preparem-se para anúncio de DOENÇA GRAVE ou cansaço. Na hora certa ele pula do barco – finalizou.

Da Editoria/Núcleo de Conteúdo: TRIBUNADigital/Imagem:Internet

Aguarde..