Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 04 de Julho de 2022

Dia Nacional da Economia Solidária tem feira e atividades culturais em Niterói

Por Tribuna em 15/12/2021
Dia Nacional da Economia Solidária tem feira e atividades culturais em Niterói

O Dia Nacional da Economia Solidária, celebrado em 15 de dezembro, está sendo comemorado pela Prefeitura de Niterói com uma feira, com mais de 80 produtores de artesanato e alimentos, além de atividades culturais e rodas de conversa na Praça Dom Navarro, em Icaraí, a partir das 9h. As celebrações começaram ainda na segunda-feira (13) com o lançamento da Moeda Social Arariboia, a principal ferramenta do Plano de Retomada Econômica que vai alavancar a economia solidária na cidade.

A feira, já tradicional na cidade,  conta com quase uma centena de produtores de artesanato, alimentos, verduras e legumes agroecológicos, além de produtores convidados. As atividades culturais ficam a cargo da roda de conversa sobre diversos temas, lançamento do livro de poesias da Júnia Lyrio, Sarau Literário, Trio Forrozeiro, dentre outras. A feira faz parte do Circuito Arariboia, que retomou as atividades em maio.

O Circuito Arariboia é gerido pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Economia Solidária em cogestão com o Fórum de Economia Solidária de Niterói e é composto de quatro feiras que ficam localizadas no Centro, Icaraí e Itaipu. No Centro, a feira funciona ao lado do Terminal João Goulart, na Avenida Visconde do Rio Branco, das 7h às 18h. A próxima acontece no dia 19 e depois nos dias 9 e 23 de setembro.  São mais de 25 barracas com produtos artesanais, trabalhos manuais, produtos orgânicos e arte popular. No Campo de São Bento, todos os sábados do mês das 7h às 14h, assim como a de Itaipu, que fica na Praça das Amendoeiras, no ponto final do ônibus 38ª, mas tem início uma hora antes, às 6h. Na Praça Dom Navarro, na Ary Parreiras (Icaraí), a feira acontece das 8h às 16h, sempre às sextas. Mais informações sobre a programação das feiras pelo telefone 2717-8350 ou através do e-mail coordenaecosol@gmail.com.

Política Municipal de Economia Solidária – Sancionada em 20 de janeiro de 2020, a Política Municipal de Economia Solidária de Niterói estabeleceu uma série de estratégias de desenvolvimento solidário e social de forma justa e sustentável. Fruto de uma luta constante do Fórum de Economia Solidária de Niterói, uma rede de trabalhadores e empreendimentos de economia solidária, militantes e entidades de apoio e fomento que se organizam, articulando diversas ações que acontecem na cidade.

Niterói conta com dois centros públicos de referência em economia solidária, a Casa Paul Singer, no Centro, e a Casa de Itaipu. Para expor nas feiras do Circuito Arariboia, os empreendedores devem procurar um dos dois centros para fazer o cadastro.

Aguarde..