Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 28 de Maio de 2022

DEPUTADO COBRA VOLTA DO REPORTO PARA INCENTIVAR AGRONEGÓCIO

Por Tribuna em 11/11/2021
DEPUTADO COBRA  VOLTA DO REPORTO PARA INCENTIVAR AGRONEGÓCIO

O fim do Reporto, benefício fiscal de incentivo a importação de máquinas, equipamentos e peças de reposição através dos portos do país decretado em dezembro do ano passado, trouxe grande preocupação para as empresas que atuam no agronegócio.

Criado em 2004, esse regime tributário de caráter especial faz hoje enorme falta principalmente nesse setor, ao ponto das empresas defenderem seu retorno o mais rápido possível, o que com certeza irá estimular a modernização e ampliar toda a estrutura portuária do país.

De acordo com o deputado federal Júlio Lopes (Progressista), Coordenador da Câmara Temática de Portos da Frente Parlamentar Mista de Logística (FRENLOGI), o retorno do Reporto é de suma importância, já que considera e afirma que os portos são a principal entrada do país e responsável por sustentar todo o agronegócio.

- Vale lembrar que não havendo uma visão séria em relação a modernização e ampliação da estrutura dos portos, o agro corre sério risco. Por isso é importante que quando nós, deputados, formos pedir a extensão do benefício do Reporto, as empresas e entidades ligadas ao setor também o façam; pois caso contrário perderemos toda a nossa competitividade não só no embarque de carga, como também no agronegócio. Por isso, vamos solicitar ao Ministério da Infraestrutura que se empenhe e olhe com bons olhos a volta o mais breve possível do benefício do Reporto - disse.

De acordo como ministro Tarcísio de Freitas, responsável pela pasta de infraestrutura do Governo Federal, já há a expectativa de serem realizados mais nove leilões de arrendamento portuário até fim deste ano, que somados aos 29 que já foram concretizados em 2019, contabilizam um total de 38. Segundo o ministro, a desestatização de ativos portuários será o próximo passo a ser dado pela pasta.

Publicidade
Aguarde..