Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 26 de Maio de 2022

CPI da Covid nem começou e já tem pizza 

Por Tribuna em 27/04/2021
CPI da Covid nem começou e já tem pizza 

Por: Phil Thomas  

CPI da Covid nem começou e já tem pizza 

O pizzaiolo e o senador Otto Alencar (PSD) que já anunciou aos quatro cantos que o senador Renan Calheiros será oficializado nesta terça-feira (27) como relator da CPI da Covid. Segundo ele, “um juiz de primeira instância não pode influir em uma decisão que cabe somente ao Senado”. 

Calheiros se queixou nas redes sociais. O parlamentar disse que a liminar foi orquestrada pelo governo Bolsonaro e classificou a medida como "esdrúxula". Tudo típico desse legislativo onde a moralidade pública é a tônica e não serve para nada. 

Anvisa vetam compra da vacina russa Sputnik V por ausência de eficácia 

Numa reunião que terminou às 23 horas de ontem (26/04) diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) negaram, por unanimidade, pedidos de importação da vacina russa Sputnik V, contra a covid-19. 

Os cinco votantes, responsáveis por áreas técnicas da Anvisa, avaliaram que o imunizante não conseguiu demonstrar sua segurança e eficácia. Havia uma grande expectativa em torno da decisão da agência, porque dezenas de milhões de doses já foram compradas por Estados, municípios e pelo governo federal. Autoridades brasileiras esperavam que o envio pela Rússia ajudasse a aliviar a dificuldade do país em conseguir doses suficientes para aumentar seu ritmo de imunização. 

Mas, de acordo com técnicos da Anvisa, não foram enviadas informações cruciais para a análise do pedido. Além disso, os dados que a agência recebeu ou que buscou junto a empresas e autoridades sanitárias criam sérias dúvidas sobre a segurança, qualidade e eficácia do imunizante, assim como uma inspeção realizada em fábricas usadas para produzir a vacina na Rússia. 

Bolsonaro de novo, “bate de frente com jornalista”... 

Dessa vez p presidente Jair Bolsonaro (sem partido) revidou numa pergunta e chamou uma jornalista de “idiota”. O incidente aconteceu na segunda-feira (26/04) durante inauguração de um trecho de uma rodovia na cidade de Feira de Santana, na Bahia. 

Ao ser questionado a respeito de uma foto divulgada pela própria presidência da república, onde ele aprece segurando uma placa improvisada, com os dizeres “CPF cancelado”, o que vem a ser a expressão utilizada em referência à morte de criminosos durante ações policiais. 

No vídeo divulgado nas redes, (cena e áudio), relata: “Você não tem o que perguntar não? Deixa de ser idiota, pô (sic)” ataca o presidente. A jornalista Driele Veiga, da TV Aratu, silenciou. Ela havia questionado o presidente sobre críticas feitas ele por posar a placa. 

Um partido para Bolsonaro só com “porteira fechada” 

A célebre frase de Napoleão “meu reino por um cavalo” ao meio de uma sangrenta batalha dos Cem Dias em Waterloo na Bélgica, em 18 de junho de 1815, cai bem para o grupo bolsonarista.  

Está na bandeja um partido para o presidente Jair Bolsonaro. O Partido da Mulher Brasileira é uma das opções, desde que mude o nome da sigla para Brasil 35. O nanico PMB que de mulher é só o nome, só tinha um representante homem na Câmara dos Deputados, o deputado Weliton Prado, que já se bandeou para o PROS.  

O grupo Bolsonarista discute em primeira opção um partido onde todos sejam seus indicados. Tudo de “porteira fechada”, como falam os fazendeiros, desde a Executiva Nacional até as municipais. Mas a sopa de letrinhas, contém 32 siglas, e as “Cartas estão na mesa” – “façam o jogo”. 

Show de pancadaria no aeroporto internacional de Miami 

O Aeroporto Internacional de Miami, nos Estados Unidos reviveu cenas das brigas de gangues de Nova York nos anos 70. Sete afros descendentes truculentos trocaram socos e pontapés durante pelo menos uns 15 minutos, informou uma fonte que assistiu as cenas.  

Leia também: Fim da linha para os servidores públicos

STF virou a “Casa de Noca” 

O palco da briga entre os passageiros foi no Terminal Internacional do Aeroporto, próximo aos portões de embarque no último domingo (25/4). Após encerrada a contenda, apenas uma pessoa foi detida sem que até ontem nada se soubesse o que motivou a briga. 

Nova York alerta! 

A cidade de Nova York viveu, entre os dias 18 e 25 de abril, uma das semanas mais sangrentas de sua história: ao todo, foram 46 registros de tiroteios e 50 vítimas. As informações são do jornal norte-americano New York Post 

O número total de ocorrências, registrou um aumento de 300% no comparativo com o mesmo período de 2020. No período foram 11 registros de tiroteios quando 12 pessoas acabaram vitimadas. 

Os dados com maiores detalhes constam do sistema Compstat da Polícia de Nova York e mostram que apenas no último final de semana, (entre os dias 24 e 25 de abril), ocorreram mais de 24 tiroteios na cidade. 

Ibovespa 

O Ibovespa operou em alta na abertura dos negócios da segunda-feira (26/04) na B3, ganhando 0,52% aos 121.152 pontos às 10h09, horário de Brasília, em dia de mercados de lado no exterior, mas com agenda agitada para a semana que tem instalação da CPI da Covid-19 em Brasília, decisão de política monetária nos EUA e balanços corporativos por aqui e lá fora 

O mercado está compasso de espera em semana de forte calendário de balanços, com destaque para Vale após o fechamento de segunda (26/04). A ação da mineradora puxou o mercado e foi a mais negociada do dia e fechou em alta de 0,52%, a R$ 108,55. A Smiles também divulgou os resultados do primeiro trimestre na noite de segunda (26/04). 

Dólar 

A moeda americana, que recuou com melhores perspectivas fiscais para o país. O mercado repercutiu hoje os comentários do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), de que as reformas administrativa e tributária devem ser votadas ainda neste ano e que o Congresso não deixou a pauta de lado. A CPI da Covid, que está programada para ser instalada hoje (27/04), influenciou o comportamento dos negócios em dólar que fechou o dia em queda de 0,92%, a R$ 5,4476. 

Wall Street 

As bolsas norte-americanas fecharam o dia em direções mistas, divididas entre a expectativa com a agenda de balanços da semana – que inclui as gigantes de tecnologia -, decisão de juros do Fed (Federal Reserve, banco central americano) na quarta-feira (28) e a proposta de Joe Biden de elevar impostos sobre os mais ricos no país. Depois do fechamento, a Tesla reportou lucro líquido recorde de US$ 438 milhões no primeiro trimestre. Para amanhã (26), é aguardado o balanço da Alphabet, controladora do Google. 

O índice Nasdaq, dominado por companhias de tecnologia, fechou em novo recorde, com alta de 0,87%. O S&P 500 subiu 0,18% e superou levemente a máxima histórica. Já o Dow Jones caiu 0,18%. Segundo um importante conselheiro econômico do presidente norte-americano Joe Biden, a proposta de aumento de impostos sobre ganhos de capital afetará apenas 0,3% dos contribuintes dos EUA. Biden deve nesta semana oficializar a proposta, quase dobrando os tributos sobre ganhos de capital, a 39,6% para pessoas com renda anual acima de US$ 1 milhão. (via Reuters). 

Publicidade
Aguarde..