Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 31 de Julho de 2021

Castro sobre dinheiro da Cedae: ‘O prefeito gasta como quiser, é um dinheiro livre’

Por Tribuna em 17/06/2021
 Castro sobre dinheiro da Cedae: ‘O prefeito gasta como quiser, é um dinheiro livre’

Na Barra da Tijuca o governador Claudio Castro se reuniu com prefeitos, para tratar a divisão dos R$22,6 bilhões arrecadados com a concessão da Companhia Estadual de Águas e Esgoto (Cedae) do estado.

Dos R$ 22,6 bilhões arrecadados com as outorgas, os 29 municípios que aderiram ao plano repartirão R$ 7,688 bilhões e o estado vai ficar com R$ 14,478 bilhões, o Instituto Região Metropolitana (IMR) receberá R$ 522,269 milhões.

As cidades que mais receberão recursos são Duque de Caxias, São Gonçalo, Nova Iguaçu e Belford Roxo.

De acordo com o governador, o valor será repassado aos municípios em parcelas. A primeira está prevista para ser vencer em 14 de julho deste ano, e as próximas, em 2022 e 2025.

"Tenho o compromisso de não gastar este dinheiro com despesas ordinárias, como pagamento de salários. Vamos investir em infraestrutura que faça a diferença em nosso estado, que seja capaz de gerar novas vagas de trabalho e renda para a nossa população. Nos próximos dias, vamos lançar o PactoRJ, com um plano de ações para o crescimento econômico do estado, que vai gerar desenvolvimento social", afirmou Cláudio Castro.

Castro também anunciou um concurso público para a Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa).

O governador destacou a importância de haver transparência no uso do dinheiro e a necessária fiscalização dos contratos.

"Vamos reforçar a Agenersa para que a fiscalização seja feita com qualidade. Já autorizei a abertura de concurso para que a agência tenha condições de realizar um bom trabalho. E vamos criar um portal para que as pessoas possam acompanhar a forma como investiremos o dinheiro. E convidei os 29 prefeitos para aderirem à ferramenta. Temos a oportunidade de fazer história e temos que fazer de uma forma diferente", disse o governador.

O evento também contou com a apresentação das duas concessionárias que venceram o leilão, Aegea (blocos 1 e 4) e Iguá (bloco2).

O governo do estado afirma que esse é o maior projeto de infraestrutura socioambiental do Brasil.

Leia também: STF autoriza Lula a processar quem chamar ele de ladrão

SuperVia vai aumentar R$ 0,90 da tarifa, há 7 anos atrás o Brasil parava por R$ 0,20

Fiscalização ou indústria da multa? Com a palavra Eduardo Paes ...

Da Redação Imagens: Internet

Aguarde..