Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 22 de Outubro de 2021

Campanha do Hemorio converte doações em plantio de árvores

Por Tribuna em 21/09/2021
Campanha do Hemorio converte doações em plantio de árvores

"Sangue é Vida" é o nome da nova campanha do Hemorio, feita em parceria com a Prefeitura do Rio, por meio da Fundação Parques e Jardins. O objetivo é incentivar a doação de sangue, que reduziu em mais de 20% no último ano, devido a queda do número de doadores por conta da pandemia da Covid-19. No período entre 21 de setembro e 4 de outubro o número total de bolsas de sangue coletadas será convertido em mudas de árvores urbanas, destinadas a novos plantios nas regiões menos arborizadas do Rio.

 A campanha terá início nesta terça-feira, dia 21 de setembro, data em que é comemorado o Dia da Árvore, e seguirá até 4 de outubro, Dia da Natureza. Ao final, o número de mudas será contabilizado com base no total de doadores do período. Essas mudas serão plantadas nas áreas selecionadas pela Fundação Parques e Jardins. Atualmente a cidade do Rio conta com um déficit de 1 milhão de árvores urbanas, principalmente nas zonas Norte e Oeste. 

Doações reduziram na pandemia
O Hemorio, órgão da Secretaria de Estado de Saúde, abastece as principais emergências, maternidades e unidades de saúde da capital, além de enviar sangue, quando necessário, para hospitais em todo o estado. Todo o sangue doado é usado principalmente em grandes emergências como acidentes de trânsito, em cirurgias e em pacientes com doenças oncológicas e hematológicas. 

De acordo com o órgão, são necessárias pelo menos 300 novas bolsas de sangue por dia para atender a demanda dos pacientes do estado. No último ano as doações foram diretamente impactadas por conta da pandemia, e a média diária de coletas caiu para 210.

 Quem já teve Covid-19 pode doar sangue 30 dias após estar curado da doença. No caso das vacinas, também é permitido doar. Quem tiver sido imunizado com a Coronavac está liberado para doar sangue 48h depois da aplicação. No caso dos demais imunizantes, o prazo é de uma semana.

Coleta segura 
A doação de sangue é um ato voluntário e altruísta que salva vidas. Quem não puder doar pode participar divulgando a importância da doação.

 A coleta é um processo muito seguro. Todo o material utilizado é estéril, descartável e de uso individual. Antes da coleta, é feita uma triagem com questionário e entrevista para descobrir se o cidadão está apto a fazer a doação. Na doação habitual, são coletados até 450 ml de sangue.

 Doar sangue é seguro e quem doa uma vez não é obrigado a doar sempre. No entanto, é muito importante que pessoas saudáveis doem regularmente. Se você estiver em dúvida se pode ou não doar, entre em contato diretamente com o Hemorio pelo "Disque Sangue - 0800-2820708". 

Quem pode doar
Para doar sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50 kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais e devem portar ainda um documento de identidade do responsável. 

Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes. Os voluntários não podem ter tido hepatite após os 10 anos, nem estar expostas a doenças transmissíveis pelo sangue (sífilis, Aids, hepatite e doenças de chagas). Mulheres grávidas ou amamentando e usuários de drogas não podem doar sangue.

 Os homens podem doar de 2 em 2 meses, até 4 vezes ao ano, e as mulheres podem doar de 3 em 3 meses até 3 vezes ao ano.

 Campanha Sangue é Vida
 DATA: De 21/09 a 04/10
HORÁRIO: das 7h às 18h
LOCAL: Hemorio - Rua Frei Caneca, 8, no Centro do Rio

Aguarde..