Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 28 de Maio de 2022

Bienal Internacional do Livro: estande da Prefeitura recebe Paixão de Ler, como foco em literatura negra, e outras ações

Por Tribuna em 30/11/2021
Bienal Internacional do Livro: estande da Prefeitura recebe Paixão de Ler, como foco em literatura negra, e outras ações

Uma arena para receber artistas, pais, educadores, pesquisadores, estudiosos, contadores de histórias, mediadores de leitura e autores. A Prefeitura do Rio terá um estande para chamar de seu dentro da XX Bienal Internacional do Livro 2021, que retorna ao Riocentro, na Barra, de 3 a 12 de dezembro. Serão dez dias de programação 100% literária, reunindo todos os segmentos das artes, bem como letramento e oralidade.

No espaço – de cem metros quadrados -, a Secretaria Municipal de Cultura promove a 29ª edição do festival Paixão de Ler, convidando nomes da literatura negra que tratam de identidades, representatividades e ancestralidade, entre outros elementos. O formato de arena favorece o olho no olho, ampliando o leque de trocas. A experiência do contato.

Com capacidade para até cem pessoas, o estande também será ocupado por ações das secretarias da Mulher, da Juventude e de Governo e Integridade Pública (Fundação Planetário, RioFilme, Diversidade Sexual e Igualdade Racial), que se alternam no período de funcionamento: das 10h às 22h.

O mote da arena é o Paixão de Ler, que terá dois horários fixos, sempre de quinta a domingo: 17h e 19h. A abertura será nesta sexta-feira (3/12), às 17h, com uma homenagem à escritora carioca Sonia Rosa, conhecida por sua literatura negro afetiva para crianças e jovens.

Uma das maiores referências nacionais em literatura negra, Sonia Rosa já publicou mais de 50 livros, entre os quais destaca-se a coleção Lembranças africanas (iniciada em 2004; Pallas Editora), com a qual ganhou o selo de altamente recomendável da FNLIJ. Protagonismo negro é o principal foco da escritora em seus contos para as infâncias. Em O menino Nito (seu livro de estreia), Sonia conta uma história amorosa na qual o protagonista é um garoto negro.

Depois da Bienal, o festival Paixão de Ler se estende para o Museu da História e Cultura Afro-Brasileira (Muhcab), na Gamboa, e em mais 16 equipamentos culturais da SMC, de 16 a 19/12. O tema será Literatura infanto-juvenil negra e narrativas antirracistas. Na programação, narração de histórias, recitais literários, saraus lítero-musicais, shows, roda de samba, exposições, leituras dramatizadas, encontro com autores, palestras com escritores, rodas de leitura, entre outras atrações.

CONHEÇA OS PARCEIROS
JUVRio – Secretaria Especial da Juventude Carioca. Intervenções artísticas seguidas de debates, sempre das 15h às 16h, nos seguintes temas: sistema prisional (dias 5 e 8); juventude e o direito de sonhar (6 e 7); arte rompendo barreiras (10 e 11) e perspectiva de literatura infantojuvenil brasileira (9 e 12).

Secretaria Especial de Políticas e Promoção da Mulher. De 4 a 12/12, sempre das 11h ao meio-dia. Diálogos entre gerações: escritoras e artistas negras Griots dialogam sobre suas trajetórias de vidas e produções artísticas, com mediação de mulheres das novas gerações. Ao final, o público participa de uma dinâmica de escrita criativa para a produção de um tweet sobre a realidade desejada para o futuro. Os cinco melhores do dia serão publicados nas redes sociais da Secretaria da Mulher, com o objetivo de estimular o impulsionamento de mais vozes comunicadoras.

Coordenadoria Executiva de Promoção da Igualdade Racial. Das 13h às 14h, nos dias 5, 7, 8, 9, 11 e 12/12: roda de leitura e reações dos participantes sobre histórias da cultura africana e afro-brasileira; oficina de atabaques e toques de orixás com escrita rítmica; roda de conversa com crianças de terreiros sobre suas vivências dentro e fora da escola; oficina de introdução ao idioma Iorubá; oficina de mapas dos percursos da diáspora africana e oficina de tradições iorubás na dança-teatro.

Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro. Serão seis encontros, sempre das 16h às 17h, sobre os seguintes temas: planeta Rio; astronomia decolonial; como nascem os astrônomos mirins; biblioteca Ecio Salles – espaço para se pensar a cidade; meu primeiro livro e retorno à normalidade.

Coordenadoria Executiva da Diversidade Sexual. De 6 a 8/12, sempre às 19h, com encontros e debates sobre temas diversos.

 Homenagem/Sonia Rosa: em prol da reflexão por diversidade

Professora aposentada e pedagoga formada pela UERJ, Sonia Rosa é mestre em Relações Étnico-Raciais pelo CEFET/ RJ. A escritora defende a urgência do uso, em sala de aula, de livros que reflitam a diversidade cultural do país. Atualmente, ela se dedica a trabalhos ligados ao letramento racial, com livros em muitas escolas públicas. Alguns deles editados em França, países africanos de língua francesa, Itália, Galícia, México, Canadá e EUA. Este ano, seu livro de conto, Três histórias de encanto, foi finalista do Jabuti e Zum zum Zumbi selecionado para a biblioteca da ONU.

Recentemente, lançou Chama o sol Matias (editora Oficina da Raquel), com ilustrações de Camilo Martins; uma nova edição de Amores e artista (Semente Editorial), com ilustrações de Marilia Pirillo, e a série composta por Antonia quer brincar, Antonia quer passear e Antonia quer dormir, ilustrada por Luna, que sai pela Pallas Editora. Para conhecer mais: escritorasoniarosa.com.br.

Equipamentos culturais que receberão os Paixão de Ler:

Muhcab – Gamboa

Biblioteca Ecio Salles – Gávea

Biblioteca Annita Porto Martins – Rio Comprido

Biblioteca João do Rio – Irajá

Biblioteca Euclides da Cunha – Ilha do Governador

Biblioteca Manuel Ignácio da Silva Alvarenga – Campo Grande

Biblioteca José Bonifácio – Gamboa

Parque das Ruínas – Jardim e Teatro Ruth de Souza – Santa Teresa

Centro Cultural Dyla de Sá – Praça Seca

Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro – Gávea

Lona Carlos Zéfiro – Anchieta

Areninha Gilberto Gil – Realengo

Arena Carioca Abelardo Barbosa – Pedra de Guaratiba

Arena Carioca Fernando Torres – Madureira

EcoMuseu – Santa Cruz

Museu do Amanhã

Museu de Arte do Rio

 Bienal do Livro – Riocentro: Av. Salvador Allende 6.555, Barra. De 3 a 12/12, das 10h às 22h. A programação, 100% gratuita, será divulgada no site rio.rj.gov.br/web/smc e nas redes sociais (@cultura_rio).

Paixão de Ler – Museu da História e Cultura Afro-Brasileira: Rua Pedro Ernesto 80, Gamboa. De 16 a 19/12. (Do site da prefeitura)

Publicidade
Aguarde..