Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 19 de Agosto de 2022

As somas de todo as minorias formam a maioria, eis o segredo do PT que a Direita não consegue entender

Enquanto a direita não aprender a respeitar as minorias, nunca vai acabar com a esquerda e nunca vai ter uma maioria plena, é ciência política, não é jargão de panfleto.

Por Tribuna em 28/06/2022
As somas de todo as minorias formam a maioria, eis o segredo do PT que a Direita não consegue entender

Com a nova onda de violência que assola o Brasil, volta a tona o velho discurso incipiente "à esquerda não interessa a diminuição da criminalidade, a culpa é da esquerda que defende bandido, querem transformar Brasil em Cuba", mesmo temas que pautam o discurso de Bolsonarista raivosos há anos.

Onde está escrito que a esquerda quer a criminalidade? A esquerda governou o Brasil por 12 anos alguém viu algum vestígio de transformação do Brasil em comunista? Esse jogo de empurra, taxando culpa, de todas as mazelas a um lado ou outro em nada contribui as soluções, pois a maior liberdade é a econômica, afinal ela é a base para todas as outras liberdades, para o fim da fome, da desigualdade, da violência entre outras.

O Michel Temer governou o Brasil por 2 anos e Bolsonaro está no 4º ano de seu mandato será que a culpa continua sendo da esquerda?

Para que se candidatar e prometer então? Esse jogo de jogar a poeira para debaixo do tapete, usando jargões que a esquerda, os comunistas etc, tem que acabar e cada um assumir a sua responsabilidade, já faz 6 anos que o PT saiu do Poder e o que mudou nesse discurso que a culpa é da esquerda.

Crianças de 6 anos que estão aprendendo a ler e se comunicar, nunca viram um governo de esquerda no Brasil, e para eles será que a culpa será de quem, certamente será de quem governa desde que eles nasceram.

Falam da Esquerda da Venezuela e Cuba, mais o maior parceiro comercial do Brasil são os comunistas da China, país que mais cresce do mundo, falar da esquerda de Cuba, é como falar da capitalismo do Haiti, e dos países Africanos, não do capitalismo Americano ou Inglês, no mundo Globalizado, não passam narrativas sem contexto, há 6 anos Dilma sofreu impeachment e a ainda continua sendo culpa do PT, é como se Lula tivesse governado jogando a culpa nos 21 anos de ditadura e inflação e quebradeira geral da época, se for para governar olhando para o retrovisor melhor não se candidatar.

É só narrativa, nada para mostrar, o Regime de monitoramento na segurança pública funciona, em toda Europa, em Dubai, na China, e diversos países onde tudo é monitorado, no Brasil desligam as câmaras para assassinar vereadora, e para roubar vigas de 1 tonelada, etc, e continuam jogando a culpa na esquerda, como se isso fosse solucionar, dezenas de autoridades indo para redes jogar a culpa no STF, como se ele tivesse criado a miséria no Brasil, e se incursões, sem planejamento em favelas, colocando em risco a vida não só da população, mas também dos militares, fosse o apanágio, para acabar com a violência. Violência se acaba com inteligência e monitoramento e é claro investimento na educação de base.

Discursos criminalizando as minorias são feitos em nome de uma susposta maioria, mas esquecem que as urnas já mostraram que somas de todas as minorias é que formam a maioria, eis o segredo do PT que a direita não consegue entender.

Diziam que o PT ia acabar, mas se esqueceram das minorias e essas minorias nos sindicatos, nas tribos, nas bases eclesiásticas, nos movimentos de gays, de mulheres, de sem tetos e sem-terra, nos núcleos de moradores, na cooperativas de catadores etc, esquecidas pela direita, e que dá base a esquerda para forma a maioria.

Tanto é que em 2018, a esquerda, com seu maior líder preso e humilhado, e em plena onda Bolsonarista e da Lava Jato com todo desgaste de 12 anos de poder, e todos dizendo que o PT tinha acabado, este partido foi para o segundo turno nas eleições e ainda elegeu a maior bancada de deputados na época.

Fato é, que enquanto a direita não aprender a respeitar as minorias, nunca vai acabar com o PT e nunca vai ter uma maioria plena, é ciência política, não é jargão de panfleto.

Foto: Internet

Por Ralph Lichotti - Advogado e Jornalista, Diretor do Tribuna da Imprensa, Secretário Geral da Associação Nacional, Internacional de Imprensa - ANI, Ex-Presidente da Comissão de Sindicância e Conselheiro da Associação Brasileira de Imprensa - ABI - MTb 31.335/RJ

 

Leia ainda: Entrevista com Senador Carlos Portinho - Carreira política e história de vida

Entrevista com Fábio Queiróz, Presidente da Associação de Supermercados Estado do Rio de Janeiro

Entrevista com José Bonifácio prefeito de Cabo Frio

Entrevista com George Teixeira Pinheiro, Presidente da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB)

Entrevista com o prefeito de Campos Wladimir Garotinho

Entrevista com o Promotor JOSE MARINHO PAULO JUNIOR (Especialista em Fundações)

Entrevista exclusiva com Sérgio Duarte - Presidente da Rio Indústria

Entrevista com professor Rafael Almada, Reitor reeleito do Instituto Federal do Rio de Janeiro – IFRJ

Aguarde..