Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 30 de Junho de 2022

Aos gritos e palavrões, Bolsonaro diz que eleições podem ser “conturbadas” e que não será preso

"Imagine acabarmos as eleições e pairar para um lado, ou para o outro, a suspeição de que elas não foram limpas?”, afirmou ele durante evento do setor de supermercados

Por Tribuna em 16/05/2022
Aos gritos e palavrões, Bolsonaro diz que eleições podem ser “conturbadas” e que não será preso

O presidente de extrema-direita Jair Bolsonaro (PL) demonstrou, nesta segunda-feira (16), que seus nervos estão à flor da pele e a declaração de que as eleições presidenciais de 2022 podem “ser conturbadas” é reveladora do desespero tomou conta de vez com a possibilidade de derrota já em 1º turno.

Em discurso repleto de palavrões, Bolsonaro participou de cerimônia de abertura da 36ª Edição da Apas Show, em São Paulo, um evento do setor de supermercados. “Se a gente se entregar, vocês [empresários] vão levar 50 anos ou mais para voltar a situação que está hoje em dia. Não sou fodão, não, mas creio que já dei provas mais que suficientes a todos que a gente tem que conduzir com pulso firme o destino do Brasil”, disse Bolsonaro.

Em seguida, Bolsonaro voltou a lançar suspeições sobre o processo eleitoral do país, pelo qual ele foi eleito. “Vocês foram excepcionais nessa pandemia, mas tudo pode acontecer. Poderemos ter outra crise. Poderemos ter eleições conturbadas. Imagine acabarmos as eleições e pairar para um lado, ou para o outro, a suspeição de que elas não foram limpas? Não queremos isso”, disse Bolsonaro.
 

'Por Deus que está no céu, eu nunca serei preso' 
Jair Bolsonaro aposta que não será punido pelos crimes dos quais é acusado na Justiça. Durante evento em São Paulo do setor de supermercados, Bolsonaro defendeu que as manifestações que pedem o fechamento do Supremo Tribunal Federal e a volta da ditadura militar são liberdade de expressão.

“A liberdade é mais importante do que a nossa própria vida. Vamos entrar agora no evento de hoje… Porque mais da metade do meu tempo eu me viro contra processos. Até já falam que eu vou ser preso… Por Deus que está no céu, eu nunca vou ser preso”, disse.

Apesar de dizer que “não está dando recado para ninguém”, a declaração veio dias após o ex-presidente Lula dizer, na última terça-feira (10/5), que Bolsonaro teme ser preso caso perca as eleições deste ano.

O evento desta segunda também contou com um almoço com cerca de 600 empresários e autoridades.

Aguarde..