Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 26 de Maio de 2022

Anulação da delação de Sergio Cabral ainda depende de recurso

Por Tribuna em 31/05/2021
Anulação da delação de Sergio Cabral ainda depende de recurso

Por: Phil Thomas

A defesa de Sérgio Cabral divulgou uma nota no sábado (29/05) em que afirma que o STF (Supremo Tribunal Federal) não formou maioria para anular o acordo do ex-governador do Rio de Janeiro.

A corte concluiu julgamento a respeito da validade do acordo de colaboração de Cabral no dia 27. Sete dos 11 ministros votaram para revogar a decisão que homologou a colaboração do ex-chefe do Executivo fluminense entre eles Dias Toffoli, que foi citado na delação. Os outros quatro integrantes da corte divergiram. O resultado oficial do julgamento, o acórdão, porém, ainda não foi publicado pelo Supremo.

Os ministros Edson Fachin, Luiz Fux e Dias Toffoli são contra a PF fazer acordo sem o Ministério Público Federal, mas não entram no caso concreto de Cabral. Gilmar Mendes, Kassio Nunes Marques, Alexandre de Moraes são contra. E Luís Roberto Barroso, Marco Aurélio Mello, Rosa Weber e Carmen Lúcia votaram pela manutenção da homologação.

Enquanto o foco é a CPI da Covid...

Enquanto o frenesi da CPI da Covid instalada no Senado atrai o foco, o presidente Jair Bolsonaro acelerou e assinou decreto que regulamenta uma nova modalidade de leilões de energia, para contratação de reserva de capacidade, com um primeiro certame do tipo já previsto pelo Ministério de Minas e Energia para dezembro.

O primeiro leilão desse tipo deverá ser realizado em dezembro, segundo uma portaria da pasta de Minas e Energia também publicada na noite de sexta-feira, em separado. O certame visará fechar contratos com usinas termelétricas a gás e hidrelétricas novas ou existentes.

A Medida foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União na noite de sexta-feira (29/05), a medida não está associada à crise hídrica atual, uma vez que já vinha sendo discutida no governo e mira usinas que entrariam em operação apenas no futuro, mas tem ligação com o processo de privatização da Eletrobras. Alterações à medida provisória (MP) sobre a desestatização durante a aprovação da matéria pela Câmara dos Deputados estabeleceram uma obrigação de contratação pelo governo de novas termelétricas a gás nos próximos anos, por meio dos leilões de reserva de capacidade como os agora regulamentados pelo decreto do presidente.
Pesquisa mostra Fujimori avançando rumo à presidência do Peru
O socialista peruano Pedro Castillo e seu adversário de direita Keiko Fujimori estão empatados nas pesquisas apenas uma semana antes das eleições presidenciais polarizadas do país andino, em 6 de junho. Uma pesquisa da Ipsos Peru neste domingo mostrou os dois candidatos a 2 pontos percentuais um do outro e a diferença entre eles diminuindo em relação à pesquisa anterior, sugerindo uma disputa acirrada.
A pesquisa mostrou Castillo, um professor que prometeu reformular a constituição do Peru e obter uma fatia maior dos lucros dos mineiros, subindo 2 pontos para ter 42% dos votos. Fujimori, entretanto, subiu 3 pontos, a 40% dos votos.

Outra pesquisa divulgada neste domingo, neste caso pelo Instituto de Estudos Peruanos (IEP), mostrou que as intenções de voto em relação a Castillo caíram de 44,8% para 40,3%, enquanto o apoio a Fujimori avançou de 34,4% para 38,3%. Pesquisa realizada no dia 28 de maio, com 1.526 pessoas, tem margem de erro de 2,51%. Indecisos representam 18%, ante 23% na pesquisa anterior.

Criptomoedas versus maconha...

Um grupo de policiais do distrito de Sandwell, na Inglaterra, participou de uma operação que visava encontrar o que se acreditava ser uma fazenda ilegal de maconha, mas no fim descobriu que se tratava, na verdade, de um centro de mineração de criptomoedas.

Os donos do local estavam roubando energia elétrica para viabilizar a sua operação. Havia pelo menos cem computadores no local realizando os processamentos matemáticos necessários para se obter unidades de criptomoedas.

Segundo os policiais, eles receberam uma dica de que havia atividades suspeitas ocorrendo naquele local. Os policiais então utilizaram um drone para sobrevoar a área, e identificaram uma grande fonte de calor que condizia com o padrão de consumo energético de uma grande plantação de maconha.

DÓLAR

O dólar emendou a terceira queda contra o real na sexta-feira, recuando 0,82%, e fechando no menor patamar desde janeiro a R$ 5,2123 na venda, com os mercados ainda embalados pela fraqueza da moeda norte-americana no exterior em um dia positivo para o mercado de ações.

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse na noite de ontem que os números e as expectativas fiscais melhoraram recentemente, o que explica parte do comportamento mais benigno do real, e que o BC vai fazer “o que for preciso” para garantir o cumprimento da meta de inflação.

IBOVESPA

O Ibovespa, bateu novo record aos 125.561 pontos  e o caminho está livre para a aceleração do movimento. Observa-se uma LTA (linha de tendência de alta) tocada quatro vezes, sustentando a alta. Olhando o gráfico semanal as bandas de bollinger começam a se abrir, o que sugere movimento forte. Traçando um fibonacci, chego a uma projeção de 100% na casa dos 138 mil pontos. Logicamente, isso não ocorrerá em semanas, mas toda e qualquer correção no gráfico diário para as medias e acionando o setup é compra.

Os destaques do dia no mercado financeiro, como a forte alta da ação da Petrobras (PETR3 e PETR4), expectativas sobre a taxa de juros nos EUA e a Selic no Brasil, com maiores altas e maiores quedas da bolsa – como o recuo da Sabesp (SBSO3) no pregão.

WALL STREET

Os índices de peso de Wall Street fecharam as negociações na sexta-feira (28/05) com ganhos.  Os recentes dados econômicos estão revelando que a econômica está em recuperação e que a pandemia de coronavírus está diminuindo por lá.

Ao final, o Dow Jones ficou em alta de 0,19% aos 34.529. O S&P 500 ficou em alta de 0,08% aos 4.204. O Nasdaq ficou em alta de 0,09% aos 13.748. Na semana, o Dow Jones fechou em alta de 0,9%, o S&P subiu 1,2% e o Nasdaq avançou 2,1%. Com o feriado de segunda-feira (31/05), Memorial Day, o mercado já fechou o mês de maio. O Dow Jones subiu 1,9%, o S&P avançou 0,6% e o Nasdaq caiu 1,5%.

Publicidade
Aguarde..