Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 19 de Agosto de 2022

Alimentação pode auxiliar a manter o calor e a imunidade no clima frio

Especialista em Nutrição da Anhanguera apresenta dicas para manter o cardápio saudável na época de temperaturas baixas

Por Tribuna em 20/07/2022
Alimentação pode auxiliar a manter o calor e a imunidade no clima frio

 

As baixas temperaturas exigem mais do metabolismo do corpo, que tende a acelerar para gerar calor no clima frio e seco.
Com isso, a sensação de fome é mais constante nesse período e o organismo necessita de alimentos com teor calórico moderado, para manter a produção de energia; e ricos em nutrientes, para garantir a imunidade contra doenças típicas das estações mais geladas do ano. Especialistas recomendam cuidados na hora de montar um cardápio para conservar a saúde e fugir de opções gordurosas.
De acordo com a docente do curso de Nutrição da Faculdade Anhanguera, Flávia Santos, o aumento no apetite é considerado comum. “Em muitos casos, a falta de hidratação pode ser confundida com fome. Essa sensação é mais frequente e quando aparece pode significar que estamos desidratados”, alerta a professora. “Algumas doenças, como diabetes e hipertireoidismo, podem fazer o corpo ‘pedir comida’ com maior frequência”, afirma.
Para esta época do ano, a especialista recomenda as variedades de sopas e cremes com base em legumes e verduras e os carboidratos de boa qualidade, presentes na mandioca, na mandioquinha e na batata doce. “Os caldos quentes nutrem e reconfortam, mas o recomendado é optar por alimentos in natura, pois provocam saciedade”, aconselha. “Lembrando que comer de forma compulsiva pode gerar hábitos difíceis de serem eliminados. O recomendado é apostar em alimentos que provoquem saciedade, como proteínas e fibras”, recomenda.
Inserir gorduras de boa qualidade na dieta também é uma sugestão para aumentar a saciedade. Frutas da época, como o abacate, podem ser interessantes para o cardápio diário, e as oleaginosas, como as castanhas, as nozes e as amêndoas são ricas em vitamina E, capaz de reduzir as inflamações e aumentar a resistência contra infecções. “Alimentos ricos em gordura boa contribuem para a produção de alguns hormônios e são fonte de energia”, afirma Flávia.
IMUNIDADE
O clima frio é propício para o surgimento de doenças típicas da temporada e a alimentação pode auxiliar na prevenção e combate desses problemas estacionais. Uma dieta com a inclusão de alho, gengibre ou mel, em doses moderadas, pode melhorar a imunidade. Esses ingredientes ajudam a eliminar as substâncias tóxicas do corpo, contribuem para limpeza do muco das vias aéreas e reduzem o risco de inflamações, a proliferação de vírus e bactérias e o desenvolvimento de gripe ou resfriados.
Frutas cítricas, como a laranja e a tangerina, são ricas em vitamina C, que fortalece o sistema imunológico, e devem ser consumidas diariamente. “Para ter mais disposição para o dia a dia é preciso cuidar do corpo e manter uma rotina alimentar saudável e procurar se manter ativo”, finaliza a docente da Anhanguera.
 
 

Aguarde..