Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 14 de Agosto de 2022

Alessandro Vieira quer convocar Jair Renan a CPI após ameaças em vídeo com armas

Por Tribuna em 20/09/2021
Alessandro Vieira quer convocar Jair Renan a CPI após ameaças em vídeo com armas

Senadores da CPI do Genocídio reagiram rápido ao vídeo com tom ameaçador divulgado pelo filho caçula de Jair Bolsonaro, Jair Renan Bolsonaro.

Em postagem feita no Instagram nesta segunda-feira (20), Jair Renan mostra uma caixa repleta de armas, em uma loja, e escreve: “Aloo CPI”.

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), titular da comissão, então, apresentou requerimento para que Jair Renan seja convocado a prestar depoimento sobre a o vídeo de ameaça e também sobre suas relações com o lobista Marconny Albernaz Faria, investigado por supostamente atuar em nome da Precisa Medicamentos, empresa acusada de cometer ilegalidades no contrato que tentou importar doses da vacina indiana Covaxin para o Ministério da Saúde.

“Apresentei requerimento para convocar o senhor Jair Renan, para que ele possa dar pessoalmente um alô para a CPI e preste esclarecimentos sobre seus vínculos com o lobista Marconny Faria e supostas ameaças a parlamentares. A lei vale para todos”, disse Alessandro Vieira ao apresentar o pedido de convocação.

Titular da CPI, o senador Rogério Carvalho (PT-SE) prometeu pautar o assunto na comissão e condenou a postura do filho do presidente.

“Vou levantar uma questão de ordem na CPI contra as provocações nas redes sociais do Jair Renan, filho do Bolsonaro. Nós não estamos de brincadeira, e não vamos aceitar ameaças veladas. Já chega de molecagem com incitação à violência”, afirmou.

O parlamentar lembrou ainda que senadores petistas e ministros do STF já receberam ameaças de mortes dos apoiadores de Bolsonaro pelas redes.

Aguarde..