Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 04 de Julho de 2022

Advogado de Gabriel Monteiro, ex-PM, foi expulso da PM acusado de ameaçar moradores da Taquara

Por Tribuna em 14/04/2022
Advogado de Gabriel Monteiro, ex-PM,  foi expulso da PM acusado de ameaçar moradores da Taquara

O advogado do vereador Gabriel Monteiro (PL), Sandro Acácio Fraga Gramacho de Figueiredo, foi expulso da Polícia Militar depois de ser acusado de ameaçar moradores da Taquara, na Zona Oeste, caso não pagassem uma "taxa de segurança" entre R$ 15 e R$ 30, em dezembro de 2006. Sandro faz a defesa do vereador em todos os processos que o político responde.

Assim como Monteiro, seu advogado fez parte da PM por anos, porém, teve um desfecho diferente do parlamentar. Na época do crime, Figueiredo estava lotado no 22ºBPM (Maré). De acordo com a corporação, o referido ex-militar foi licenciado a bem da disciplina. Sandro Figueiredo teria permanecido na corporação por seis anos e saiu ainda soldado.

A expulsão ocorreu por conta de diversos registros de ocorrência de moradores da região, denunciando o, até então, soldado e um outro colega de farda, que era lotado no Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE) e também acabou expulso da corporação.

Segundo as ocorrências, feitas em 2005, os PMs ameaçavam e agrediam os moradores que se recusavam a pagar pelo "serviço de proteção" prestado a região. Com isso, a corregedoria da Polícia Militar realizou uma operação que pegou o comparsa de Sandro em flagrante, acompanhado de outro homem, estando ambos armados, fazendo cobranças no bairro.

Sandro acabou indo até o local no dia da operação e foi preso administrativamente "pela postura inconveniente em insistir em falar com os conduzidos" por pouco mais de dois anos. A prisão ocorreu entre dezembro de 2005 e dezembro de 2007.

Procurado, o advogado do vereador disse que não iria se pronunciar por telefone e nem por meio de nota, somente de forma presencial. O espaço está aberto para manifestação. (Do Jornal O DIA)

Aguarde..