Informação, publicidade e prestação de serviços a comunidade | 03 de Julho de 2022

A internet lembra que Garotinho foi Comunista e Petista

Partido é como fantasia de carnaval, você usa e descarta, diz Garotinho

Por Tribuna em 03/06/2022
A internet lembra que Garotinho foi Comunista e Petista

Segundo os arquivos da FGV abertos na internet, Garotinho iniciou, em 1975, suas atividades políticas como líder estudantil no Partido Comunista Brasileiro (PCB). saindo em 1980, para participar da fundação do Partido dos Trabalhadores (PT) em Campos.

Nessa época, também 1981, casou-se com Rosinha Garotinho e em 1982 candidatou-se a vereador em Campos na legenda do PT.

Em 1984 filiou-se ao Partido Democrático Trabalhista (PDT) e na eleição de 1988 disputou o cargo de prefeito de Campos na legenda do PDT, coligado ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), ao PCB, ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e ao Partido Verde (PV).Teve como vice quando eleito Governador a histórica petista Benedita da Silva.

Dezenas de alianças foram feitas entre o casal e o PT, tanto é que em 2004, Rosinha foi admitida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao grau de Grande-Oficial especial da Ordem do Mérito Militar.

A relação da família Garotinho com a esquerda sempre foi muito próxima,  só agora recentemente a família Garotinho viraram a casaca, e fizeram como o ex-comunista Roberto Jefferson (PTB) que trocou a fantasia para anticomunista e puxa-saco de Bolsonaro, ao ponto da Deputada Clarissa Garotinho subir na tribuna da Câmara e cobrar fidelidade de Claudio Castro ao Capitão Bolsonaro,

A Deputada Clarissa o pouco tempo que tem na tribuna da Câmara Federal para defender o Rio de Janeiro, para insultar o governador o chamando “desleal e de “mente pequena”, usando como base para isso o ataque ao seu chefe de gabinete que segundo ela era líder da Juventude do PT, e por isso não poderia apoiar Bolsonaro,

Ocorre que a nobre deputada Bolsonarista se esqueceu que seu pai que hoje busca apoio dos Bolsonarista, foi líder da juventude do Partido Comunista Brasileiro (PCB) e fundador do PT e pior se esquecendo que ela mesmo foi líder da juventude de partido de um esquerda e agora se faz o bastião da verdade da extrema direita.

Causa mais estranheza ainda pois a parlamentar estica a corda além do plenário da câmara, e leva o caso  para as redes sociais e viraliza um vídeo (http://www.instagram.com/p/CeSEiFBFmLV/) falando do mesmo assunto, da suposta deslealdade de Castro para com o Presidente, usando, como se fosse a prova cabal, o fato já ultrapassado, que o chefe de gabinete de Castro foi petista na juventude, fato que é useiro e vezeiro de todos e por isso pegou muito mal, sendo este caso um daqueles que feitiço parece virar contra o feiticeiro.

Pois como Clarissa mesmo disse no vídeo curtido por mais de 500 pessoas "que antigamente as coisas aconteciam e sumiam com o tempo, mas com a internet não é mais assim" e todos viram seu semana passada seu pai Garotinho (UB) se lançando como pré-candidato ao governo do estado em entrevista ao jornal O Globo, onde afirma que o União Brasil não é o partido com quem mais se identifica. Pois para Garotinho, os partidos são como fantasia de carnaval: "você usa e depois descarta".

Esperamos então que a próxima vez que a bela parlamentar usar a sagrada tribuna, seja para trazer fomento para o Rio e não para criar ainda mais divisão, pois como dizia o velho slogan de Cunha "O povo merece respeito".

Por: Edmundo/FGV/UOL/Núcleo: ANIBRPress/Imagem: Internet.

Aguarde..